quarta-feira, 3 de junho de 2015

O que fazer em Ubajara: o menor parque nacional do Brasil

Em nossa viagem #rodandopelaIbiapaba concentramos nossa visita a cidade de Ubajara em dois momentos distintos: o primeiro voltado para seus atrativos religiosos e culturais, que percorremos em pouco mais de duas horas (como você pode ver aqui) e o segundo no Parque Nacional de Ubajara, um dos principais atrativos turísticos da região e que destaca-se por ser o menor parque nacional do Brasil

A visita aconteceu em um domingo, mas o Parque abre todos os dias da semana, a exceção da segunda-feira. Logo na entrada do Parque o visitante paga uma taxa de R$ 8,00 referente a visita guiada na gruta. Esse passeio é opcional, mas só é feito com guias locais. Não inclui a taxa do bondinho, que custa mais R$ 5,00 (ida e volta). Demais valores para outras trilhas basta conferir aqui.


O Parque é famoso por suas várias trilhas, uma delas é a Samambaia. Como estávamos com uma criança pequena, optamos por não realizar esse passeio, mas já tive a oportunidade de fazê-lo uma vez e é bem legal. Lembre-se de levar calçados apropriados e confortáveis, além de água e repelente. Mas para quem não gosta (alguém se identifica??) ou não pode fazer trilhas, a visita ainda vale a pena. Além do bondinho e da gruta, o local conta com um pequeno acervo com informações da fauna e flora da região. 

É importante chegar cedo! O Parque recebe muitos visitantes e, especialmente nos feriados, fica muito lotado. São dois bondinhos que fazem um sistema de pêndulo, ou seja, quando um sobe, o outro desce. A capacidade foi reduzida para sete pessoas por vez, por tanto, paciência é importante!









Acompanhe em primeira mão nossas aventuras em nosso instagram: @rodandopeloceara


Um dos pontos altos da visita é, sem dúvida, descer de bondinho até a entrada da gruta, onde através de uma visita guiada conhecemos melhor a história da cidade e da região. A Gruta de Ubajara tem uma extensão de mais de mil metros, mas o visitante só tem a acesso a uma parte desse trecho de aproximadamente 450 metros. Todo o interior é completamente escuro e o trajeto é iluminado por refletores, implantados em 1992, e que acendem somente no momento da visitação.











Ubajara encanta por suas belezas naturais e um clima pouco comum para os padrões do Ceará. Para quem busca fazer um turismo de aventura junto a natureza, é um excelente programa. Mesmo pra quem não curte trilhas e longas caminhadas (alguém chamou?), o passeio vale a pena pela vista linda e histórias contadas pelos guias. Viaje mais, conheça o Ceará!

____________

A equipe do blog Rodando pelo Ceará esclarece que as opiniões acima são pessoais e refletem nossa experiência e satisfação quanto aos roteiros e serviços prestados.

____________

Veja aqui nossa visita aos atrativos culturais e religiosos de Ubajara.

Veja também o que fizemos em Tianguá.



Gostou dessas dicas? Compartilhe com seus amigos através das nossas redes sociais. Segue a gente também e fique por dentro das novidades da nossa aventura #rodandopeloceara. No instagram, você acompanha nossa viagem pela região pela hastag #rodandopelaIbiapaba.


Postar um comentário

Curta nossa fanpage

Se inscreva no nosso canal

Nossos parceiros

Fazemos parte