Entre as atrações que iríamos visitar na Serra da Ibiapaba, estávamos muito animados em conhecer o Gospel Fazenda Park, um hotel com complexo de lazer localizado no município de Guaraciaba do Norte, a 300 kms de Fortaleza. A grande atração local é a Tirolesa do Penhasco, a segunda mais alta do Brasil, mas vamos mostrar nesse post que o local oferece muito mais para seus visitantes e que você pode ter um dia inteiro de aventuras por lá. Vem com a gente!

Essa era a primeira vez que visitaríamos o local e eu já tinha lido muitos comentários bacanas no TripAdvisor. O local parecia ideal para uma aventura em família, já que tinham opções tanto pra nossa filha quanto pros adultos e ele conta com a segunda tirolesa mais alta do Brasil!! Reservamos assim um dia inteiro para muita aventura e lazer em meio a natureza.



Uma coisa que é legal mencionar é que o Gospel Fazenda é um hotel e pode ser uma excelente opção para quem quer se hospedar na região, visto que possui muitas atrações. Para os hóspedes inclusive há a opção de cineminha a noite, além de salas de jogos e academia. Não é bacana?







COMO CHEGAR?
O Gospel Fazenda fica localizado na CE 366, Km 20, em Guaraciaba do Norte. O telefone de contato é (88) 3652-2654. Abaixo um mapa para se localizar melhor e traçar a sua rota até o parque.


Mas se você não está hospedado e quer apenas aproveitar as atrações, nossa dica é contratar o pacote Day Use, que tem o custo de R$ 45,00 por adulto e R$ 35,00 por criança (valores em fevereiro/2016). Se você tem o interesse de passar todo o dia, que foi nosso caso, vale muito a pena essa opção, já que você pode ir várias vezes nas atrações. Além das que vou mostrar logo abaixo, o espaço tem ainda campo society e de vôlei, sala de jogos, arvorismo, playground infantil, paredão de escalada, pula pula, espaço kids e uma cafeteria incrível!

Começamos o dia curtindo a piscina (eles têm adulta e infantil)! Apesar do empreendimento ser localizado no alto da serra, o banho de piscina se mostrou uma opção deliciosa pra começar bem as atividades, ainda mais com crianças. 



Depois de muita diversão na piscina, fomos conferir as opções mais rurais de lazer. Nossa filha e afilhada ficaram encantadas! Além do passeio de cavalo e charrete, é possível ter contato com alguns bichinhos por lá. As crianças adoraram as trilhas com os cavalos e ainda conheceram a horta do local, uma experiência bem diferente pra quem está acostumado com a correria da "cidade grande".





Como estávamos hospedados na casa de amigos, nós não almoçamos no local, o que depois soubemos que foi realmente uma pena, devido a variedade dos pratos! Vai ficar pra próxima! Mas o valor é de R$ 30,00 por pessoa, à vontade... E com certeza é a melhor opção, pra você não precisar sair do local pra almoçar.

Quando voltamos, teve gente que resolveu encarar uma tirolesa! Gente, pára tudoooo! Eu sou super medrosa, mas além deles contarem com total segurança nesse serviço, a equipe foi extremamente atenciosa com a Valentina (4 anos), tiveram todo um cuidado em prepará-la para descer uma das tirolesas de lá (são 3, sendo que a maior delas foi o papai Elton encarou, vou mostrar mais abaixo).


A Valentina desceu a Tirolesa do Bosque, que tem esse nome porque está no meio de plantas frutíferas incríveis que lembram mesmo um bosque. Com extensão de 140 metros e 10 metros de altura, é permitida para pessoas entre 20 e 90kgs. Olha a cara da pequena!!!

Depois de descer por diversas vezes, era hora de encarar mais um passeio com aventura pelo Gospel Fazenda. De trator, fomos para outros cenários do local. O passeio é animado! Eles colocam balões no trator e ao som de uma música vamos subindo um pouco mais a propriedade em direção ao campo de aventura. Nosso objetivo: que Elton desça duas tirolesas, entre elas a Tirolesa do Penhasco, a segunda mais alta do Brasil!


O trator leva o visitante até uma primeira parada, onde ele poderá fazer a Tirolesa do Lago. Ali ele coloca os equipamentos e se prepara para um pouco mais de aventura. Elton foi pela Tirolesa, que tem uma extensão de 300 metros. Os cabos passam por cima de uma lagoa que tem visual lindo, confira!





Pra quem não quer ou não pode descer essa tirolesa (o peso recomendado é entre 35 e 90 quilos), faz uma pequena trilha que leva o visitante mais adiante a dois pontos bem legais, que são o mirante e, para os mais corajosos, a trilha do penhasco, com 937 metros de altitude, fazendo dela a segunda mais alta do Brasil. Essa é paga a parte, no valor de R$ 20,00, em dinheiro, direto com o monitor da atração. Mais uma vez pedimos ao papai Elton que encarasse o desafio e nós fomos apreciar tudo do mirante. Dá só uma conferida nessa vista!


Elton descendo a segunda tirolesa mais alta do Brasil

Preciso confessar que não fizemos todas as atrações disponíveis, pois já estávamos bem cansados da viagem. Mas a vontade que dar é ficar curtindo vários dias por ali. Muita paz e calma, além de várias atrações que dá pra fazer diversas vezes, isso é bem legal! Estamos preparando um vídeo com imagens desse dia para vocês verem ainda mais como foi especial.








As flores colocaram o Ceará na primeira posição da produção no mercado nacional. São Benedito, na Serra da Ibiapaba, é chamada de "cidade das flores" e o título não é a toa. O cultivo delas transformou a vida da cidade, que antes girava em sua maior parte em torno da agricultura, para uma nova modalidade que gera emprego e renda de forma direta e indireta. São colhidas mais de 220 mil unidades, diariamente! Hoje São Benedito conta com quatro grandes floriculturas e nós fomos conhecer a maior delas, a Reijers.


COMO CHEGAR?

Uma observação importante sobre como chegar na Reijers e não cometer os erros que cometemos. Na região existem duas unidades. Fomos seguindo as placas e após mais de 20kms em estrada carrossal, chegamos a Reijers de Ubajara, mas que não recebe visitação. Então, evite isso e fique atento! A unidade que você vai visitar fica na cidade de São Benedito, no bairro Lagoa Juassara. Siga até o cemitério da cidade e depois as placas indicativas. Não tem erro! 

Para grupos pequenos as visitas não precisam ser agendadas, mas devem acontecer nos horários de 8h às 10h e das 12h às 14h. Você chega na entrada, identifica-se como visitante e espera uma pessoa que vai lhe guiar e dar as informações necessárias sobre todo o processo. Quem nos acompanhou foi a Viliane e foi um passeio realmente especial.

[DICA DE VIAJANTE] 

Tente fazer sua visita no primeiro horário, antes da colheita das flores. Nós fizemos no segundo e várias estufas já estavam com poucas unidades. Mas ainda assim valeu a pena conferir! 




Dentro das estufas um colorido toma conta do lugar. São mais de 25 tipos de flores ali cultivadas. São rosas, gérberas, gipsofilas, lírios, boca de leão, entre outras. Durante a visita, que dura cerca de uma hora, é possível saber um pouco sobre a produção de cada uma.






Prepara a máquina pra fazer muitas fotos legais e aproveite sua passagem por São Benedito. Tenho certeza que vai ser um passeio bem interessante para você fazer na Serra da Ibiapaba.
Quem nos acompanha no Instagram (segue a gente lá também - @rodandopeloceara) viu que esse ano de 2016 escolhemos as serras cearenses como destino de descanso durante a folia do carnaval 2016. Vai ter muito post contando como foi uma experiência incrível viajar, mais uma vez, pela serra da Ibiapaba. Mas no último dia de folia, resolvemos voltar e aproveitamos para conferir o #carnavalnoengenhoca, lá no Engenhoca Parque, um dos ecoparques mais legais aqui do Ceará. Todo ano eles fazem uma programação bem diversificada  e aproveitamos o clima família pra nossa filha curtir as marchinhas tradicionais e muita aventura por lá.


Valentina foi fantasia de Chiquinha, personagem da Turma do Chaves, e fez muito sucesso! Olha ela aí com o Joca, mascote do Engenhoca Parque! Não ficou linda?



Foi muito legal o nosso passeio por lá. Havia uma banda tocando marchinhas tradicionais e, com muito confete, nossa pequena curtiu o carnaval.



O mais legal é que, como ficamos o dia todo, deu pra aproveitar bem a estrutura de lazer do Parque. E opções não faltam por lá! Tem tirolesa, fazendinha, trilhas, passeio de bicicleta, arco e flecha e muito mais. Olha a Valentina descendo uma das tirolesas do Engenhoca! O Elton também desceu uma das tirolesas de lá. Eu, medrosa do grupo, só fico me orgulhando dessa dupla.



Quer conferir mais desse dia super divertido? Então aperta o play e dá só uma olhada como foi divertida a folia no engenhoca. Aproveita e se inscreve no nosso canal.


Espero que vocês tenham curtido assim como foi incrível pra gente. Conta pra gente nos comentários como foi o seu carnaval.
Não podemos dizer, em hipótese alguma, que nós sejamos uma família aventureira, daquelas que estão sendo acampando, fazendo trilhas e aventurais mais radicais. É bem verdade que somos até acomodados e gostamos muito das facilidades que as hospedagens convencionais proporcionam. Mas nem por isso a gente não arrisque, eventualmente, de sair da zona de conforto, da rotina e encarar novos desafios, especialmente para que nossa filha, hoje com quatro anos, possa ter em sua trajetória diferentes experiências de viagens. Foi assim que vencemos o medo e ela encarou com o papai um vôo de parapente em Canoa Quebrada ou que já acampamos algumas vezes pelo Ceará, sendo uma na praia, no Recanto Caiçara, e outra em Tianguá, no Sítio do Bosco, por exemplo.

Tá, não estamos aqui falando de que fizemos uma super experiência de contato com a natureza e largamos tudo para uma temporada no meio da mata. No Sítio do Bosco, inclusive, tínhamos ali a disposição internet wi-fi gratuita e café da manhã, ou seja, não fomos tão longe assim da tal zona de conforto. Mas ainda assim foram experiências muito válidas e que nossa filha fala até hoje, pedindo pra voltar a acampar, o que achamos ótimo, esse é o espírito!

Estamos agora nos preparando pra mais uma aventura na estrada, desta vez voltando à Serra da Ibiapaba, mas com novos roteiros por Ubajara, São Benedito e Guaraciaba do Norte, as cidades que escolhemos para essa trip. Dentre as atrações que vamos conferir na região, iremos fazer uma trilha de 6kms pelo Parque Nacional de Ubajara. E aí veio a dúvida que talvez seja a de muitos: ao fazer trilhas com crianças, o que levar? Já deu pra perceber nos parágrafos acima que não somos nenhum especialista no assunto – longe disso! Mas viajamos com nossa pequena desde quando ela tinha 30 dias, aprendemos e erramos muito desde então e achamos que compartilhar algumas dicas do que levar para uma viagem desse porte em um post seria legal para, quem sabe, animar outros pais a fazerem o mesmo. Vamos começar?


ARRUMANDO A MALA
Houve uma época em que em nossas viagens de fim de semana levávamos tanta bagagem que parecia que estávamos fugindo da cidade para um novo destino. Com o tempo, você vai aprendendo e descobrindo o que é, de fato, necessário em uma mala. Hoje conseguimos o grande trunfo de organizar todas as nossas coisas em apenas duas mochilas, uma maior para o casal e outra menorzinha para a Valentina. Hoje vou mostrar um check-list do que levarei na mala para uma viagem de sete dias na serra:

- 2 a 3 casacos de frio
- 2 pijamas
- 1 par de tênis, 2 pares de sandálias (uma mais arrumadinha e outra pro dia a dia)
- 2 pares de meia
- 10 calcinhas
- 3 conjuntinhos de roupa (calça + blusa), mas que se combinem também
- 2 vestidos (caso queira ir pra um restaurante mais arrumado)
- 1 roupa de banho
- 1 blusa com proteção U.V.
- 1 nécessaire com produtos de higiene (shampoo, condicionador, sabonete liquido, escova de dente, creme dental, etc)
- 1 bolsa pequena com remédios de uso da criança, além de termômetro, antitérmicos etc

O ideal é fazer a mala com o que vai precisar ao menos três dias antes da viagem, pois a gente sempre lembra de algo a mais que poderia levar e essa organização com antecedência permite isso. É importante ter em mente que muita bagagem pode virar um trambolho na viagem e mais dificultar do que ajudar. Com o tempo, a gente pega o jeito! No mais, é lembrar que possivelmente você vai pra algum destino que também tem crianças e que as necessidades básicas delas são as mesmas em qualquer lugar, ou seja, num aperto, dá pra se virar por lá (assim sempre espero!).

MAS, NA HORA DA TRILHA. O QUE LEVAR?

- Sempre tento marcar nossos roteiros com trilha pela manhã, quando o sol está mais ameno. É legal começar o dia com um lanche leve, porém reforçado, pra aguentar a caminhada.

- Pra evitar andar com muitas coisas, quando vamos fazer uma trilha que já tem a opção de banho em uma cachoeira, por exemplo, como no caso da que faremos em Ubajara, já levo Valentina vestida com o maiô por baixo da roupa, que opto por uma calça tipo legging, pra proteger as perninhas dela na mata e de mosquitos, e uma camisa, preferencialmente de mangas compridas. Na minha mochila, levo ainda uma calcinha pra ela trocar após o banho e voltar seca.

- Uma coisa bacana que levamos nesse tipo de passeio é uma pequena lancheira térmica com água, frutas e biscoito ou barra de cereal, além de um saco para colocar o lixo. Geralmente essa bolsinha é levada pela própria criança, que se sente responsável por seu material e participante do processo. Pros adultos aplico a mesma lógica: roupa de banho por baixo das roupas de passeio e um pequeno lanche também.

- Adiciono ainda uma toalha e um par de sandálias para cada, pra usar no banho nas cachoeiras ou bicas, se necessário. Ah, e sempre ando também com repelente na bolsa.

Bem, essas são nossas considerações sobre uma mala ideal para uma viagem pra serra no Ceará (que tem temperatura totalmente diferente de uma viagem pro sul do Brasil ou pro exterior, por exemplo). E você? Acrescentaria mais itens na mala do seu filho? Deixa nos comentários a sua sugestão, vamos adorar saber como você prepara a mala da criançada!