, ,

Hospedagem barata em Fortaleza por até R$ 60,00 o dia

O site de hospedagens Airbnb é uma referência no que se trata de hospedagem. O portal tem como objetivo principal ser uma fácil conexão entre viajantes e proprietários de casas, apartamentos e outras modalidades de hospedagem. Fundado em 2008, na Califórnia, o site propõe uma hospedagem colaborativa e abrange mais de 500 mil anúncios em mais de 192 países. Algumas hospedagens são bem curiosas, como uma casa-avião na Holanda, uma cabana de vidro em Florionópolis ou uma casa-trem na Califórnia, como você pode ver aqui.

O que é já muito comum lá fora, começa a ganhar fôlego no Brasil e claro que Fortaleza não fica imune a essa tendência. Muitas pessoas preferem esse estilo mais "casual" e familiar, já que são recebidos na casa de um anfitrião, que muitas vezes está disposto inclusive a fazer alguns roteiros, dar dicas etc. Não é obrigação nem regra, mas muitos comentários mostram que a cordialidade de quem recebe hóspedes em sua casa é ponto decisivo para o sucesso e uma boa avaliação no portal. Há tanto a opção de alugar toda a casa ou apenas um quarto. 

Se você nunca ouviu falar do Airbnb, é legal dar uma conferida nesse texto dos Nômades Digitais, com um guia completo com dicas sobre esse tipo de hospedagem.

Resolvemos destacar 3 hospedagens que encontramos no site, em Fortaleza, por até R$ 60,00 o dia. Pode ser uma ótima forma de você, que vem conhecer nossa cidade, conhecer um pouco mais do nosso jeito cearense de ser. Lembrando que, como toda dica aqui, ela deve ser conferida diretamente com o prestador do serviço, nesse caso, os anfitriões. Vamos conhecer algumas casas? Para conferir maiores detalhes, basta clicar no nome de cada proprietário que está linkado para o site.

A Carmelita é a proprietária deste simpático apartamento que acomoda até dois visitantes. O apartamento é bem colorido e ela propõe uma hospedagem com muita interatividade, pois adora conversar, conhecer pessoas novas, falar da cidade, passear e até se propõe a levar o hóspede a praias como Cumbuco, Porto das Dunas (onde fica o Beach Park) e praia do futuro. O apartamento está localizado apenas dois quarteirões da rodoviária da cidade e a 15 minutos de carro (ou 30 minutos de ônibus) do aeroporto. A diária por pessoa estava no valor de R$ 60,00 (consulta feita em Abril de 2016).





A Eloisa tem uma das casas mais legais que vimos no site por um preço bem convidativo. A diária por pessoa estava no valor de R$ 46,00 (consulta feita em Abril de 2016). Localizado no bairro Meireles, oferece um espaçoso charmoso com quarto com cama queensize com lençóis e travesseiros, mesa de trabalho com cadeira, armário, ventilador, banheiro compartilhado, cozinha completa, lavanderia, varanda, um até um home-cinema (pára tudo!).





O Bruno tem um apartamento na região do Mucuripe, próximo à Praia de Iracema (que tem várias opções de lazer gratuita para você conferir), com localização ideal para quem está visitando a cidade. Uma particularidade nessa hospedagem é que ela pode ser compartilhada com outros hóspedes. Oferece cama, armário, criado-mudo, sofá, cadeiras, geladeira, fogão e microondas. Possui uma varanda com vista para o mar. A diária por pessoa estava no valor de R$ 49,00 (consulta feita em Abril de 2016).





Achou a ideia bacana? Que tal a sua próxima hospedagem em Fortaleza ser em um apartamento ou quarto, com um anfitrião te dando boas dicas da cidade? Para outras ofertas, confiram diretamente no site Airbnb.

Lembrando que não conhecemos nenhuma dessas hospedagens, fizemos algumas consultas e destacamos as que mais gostamos. Vale conhecer melhor cada hospedagem, trocar ideias com os anfitriões, sanar quaisquer dúvidas e claro!, aproveitar a viagem!


Share:
Leia mais aqui
, , ,

O que fazer em Fortaleza? – Índice de Posts

Fala viajantes! A pedidos, resolvemos concentrar nesse post um índice com dicas do que fazer em Fortaleza. Trata-se, por tanto, de um "mini-guia" com informações gerais de atrações que já visitamos e indicamos. Será um post, por tanto, em constante atualização e obviamente baseado em nossas experiências na cidade sede da alegria. 

Que tal começar com roteiros já prontinhos? Abaixo algumas dicas que vão fazer sua visita à Fortaleza valer muito a pena!



É tudo de graça! Dicas de atrações gratuitas para conferir na cidade. Quem não gosta?


Crie seu próprio roteiro com nossas dicas!

Fortaleza com crianças

Onde ir?



Onde comer?

Onde comprar?

Como se locomover?


Espero que essas dicas ajudem a montar seu roteiro de viagem por nossa cidade e quaisquer dúvidas, deixa nos comentários, que será um prazer responder!


Share:
Leia mais aqui
, , , ,

4 lugares para você conhecer em Ubajara

A região da Serra da Ibiapaba é uma das mais ricas e completas, no Ceará, para o turismo ecológico, de aventura e até mesmo cultural e religioso. Ubajara não é diferente. Considerada a "princesa" da Ibiapaba, anualmente recebe inúmeros visitantes e é incrível como sempre tem algo a se descobrir, a se conhecer. E talvez por isso mesmo sempre tem alguém nos perguntando: o que fazer por lá? Quais lugares conhecer?

Resolvemos então criar um mini-guia com dicas de 4 lugares bem bacanas que visitamos por lá e que podem servir de inspiração para a sua próxima visita à Ubajara.

1. Parque Nacional de Ubajara


O menor parque nacional do Brasil é um dos principais atrativos da região. Nele você poderá fazer trilhas com guias que levam à gruta e algumas cachoeiras, visitar um pequeno acervo que apresenta sobre a fauna e flora da região, além da criançada se divertir em um parquinho todo de madeira que foi recentemente construído.

O pessoal do blog Rascunhos de Fotografia fez um post muito legal contando a experiência deles no Parque Nacional de Ubajara. Não deixem de conferir!

O Parque também conta com um bondinho (infelizmente estava quebrado em nossa última visita, em Fevereiro/16) que leva os visitantes até uma gruta, onde através de uma visita guiada conhecemos melhor a história da cidade e da região. A gruta de Ubajara tem uma extensão de mais de mil metros, mas o visitante só tem a acesso a uma parte desse trecho de aproximadamente 450 metros. Todo o interior é completamente escuro e o trajeto é iluminado por refletores, implantados em 1992, e que acendem somente no momento da visitação.


A entrada no Parque é gratuita, mas os serviços com os guias são pagos a parte, variando entre R$ 5,00 a R$ 30,00 por pessoa, a depender da extensão da trilha que será feita. O telefone de contato é (88) 3634-1388

2. Neblina Park Hotel

O Neblina Park é um hotel localizado a poucos metros do Parque Nacional de Ubajara, mas que oferece algumas atividades ao público em geral. A visita foi uma grata surpresa. O local é bem bonito e agradável.



A entrada custou R$ 5,00 por pessoa e você fica a vontade para desfrutar o local por todo o dia. Nos fins de semana dá pra conferir também a produção de rapadura em um pequeno engenho. O local conta ainda com restaurante aberto ao público (à la carte), com um pesque e pague e também com tirolesa e área de camping, que iria inaugurar uma semana após a nossa visita. Também conta com um engenho onde é possível, aos fins de semana, conferir a produção do melado de cana, uma espécie de xarope produzido a partir da cana-de-açúcar.




Veja como foi nossa visita ao Neblina Park Hotel.

Nós adoramos o local, especialmente porque estávamos com uma criança e deu pra ela se divertir bastante nos brinquedos disponíveis, foi bem divertido!

3. Santuário Mãe Rainha

Trata-se de uma pequena capelinha estilo europeu, localizada no alto de um morro, na estrada que liga Ubajara a São Benedito, no bairro São Sebastião. O local é super bem cuidado, com um jardim repleto de flores características da região e transmite uma paz enorme. É uma visita rápida e contemplativa, vale a parada! Abaixo um vídeo curtinho mostrando um pouco de como foi nossa passagem por lá.


4. Cachoeira do Boi Morto

Um dos principais pontos turísticos de Ubajara, a Cachoeira do Boi Morto é o local de lazer e encontro de moradores e turistas. Se você não gosta de locais muito cheios, evite o fim de semana! A intensidade das águas dependem da época que você fará a sua visita. A gente esteve lá em Fevereiro de 2016, num período de chuva na região, e as cachoeiras estavam bem cheias.



E aí, gostaram das dicas? Esperamos que sim... Compartilhe com os amigos e deixem comentários sobre as suas aventuras Rodando pelo Ceará.
Share:
Leia mais aqui