segunda-feira, 18 de julho de 2016

Roteiro Caminho de Pedras: vida e obra de Rachel de Queiroz na cidade de Quixadá

Rachel de Queiroz foi uma das mais importantes escritoras do Ceará, tendo sido a primeira mulher a ingressar a Academia Brasileira de Letras. No sertão central do estado, todos os anos a escritora, nascida em Fortaleza e que morou por muitos anos no Rio de Janeiro, passava uma temporada em sua fazenda, na cidade de Quixadá. E foi interessada na história da Rachel que incluímos Quixadá em nossa #ExpediçãoSertões, um projeto onde visitamos nove cidades do sertão cearense (além de Exu, em Pernambuco), em apenas doze dias. 

Neste post irei detalhar pra vocês como foi a nossa visita em dois dos mais importantes locais na cidade de Quixadá que preservam a história da escritora e de sua obra. A este roteiro chamamos de Caminho de Pedras, título de um dos romances de Rachel e que muito simboliza a cidade, conhecida por seus monólitos.

Começamos a visita pela Fazenda Não Me Deixes, localizada no distrito de Daniel de Queiroz. Houve uma certa dificuldade de encontramos o contato do responsável pela fazenda (deixamos mais abaixo para vocês), visto que as visitas são agendadas e guiadas. Também cometemos uma pequena falha no roteiro, destinando a visita à fazenda quando já estávamos em Quixadá, quando o ideal seria fazê-la no caminho que leva de Fortaleza ao sertão central, pois o distrito fica cerca de 30kms de distância do centro da cidade. 



Sugiro ter acesso a um mapa para melhor localizar a Fazenda. Foi apenas dessa forma que conseguimos chegar direitinho ao local, que tem uma estrada carrosal que leva o visitante por um caminho arenoso e com algumas porteiras, que você vai parando e se identificando. Apesar das pessoas serem muito solícitas no caminho em ajudar a informar como chegar ao local, acredite, você não encontrará muitas por lá, o local é bem isolado, então seguir o GPS será sim a melhor forma para não se perder e otimizar seu tempo. Veja mapa abaixo:


Após passarmos algumas porteiras e nos perder um pouquinho (bem típico dos nossos roteiros rsrs), chegamos na Fazenda, que é, na realidade, uma reserva particular do patrimônio nacional. Fomos guiados por Aldenir, que de forma muito simpática nos contou vários "causos" e histórias tanto sobre a propriedade quanto da própria Rachel. O local é um convite ao passado, pra quem teve infância no interior então, é um mergulho em suas próprias lembranças!!

A propriedade foi originalmente comprada por um tio-avô de Rachel de Queiroz e foi dada de herança a um primo da escritora, que anos mais tarde vendeu a fazenda e viajou para o Amazonas, com o intuito de fazer riqueza com a extração de borracha. A ideia não deu muito certo e ele voltou depois pobre e muito doente. O tio-avô, que havia conseguido recuperar a fazenda, devolveu para o herdeiro, fazendo-o prometer que não sairia mais do local e batizando-a de Não me deixes. Depois de muitos anos e após a morte do proprietário, foi o pai de Rachel quem ganhou a fazenda como herança, Daniel de Queiroz, que homenageia o distrito onde esta localiza-se. Em 1955 a casa grande foi construída a partir de desenhos feitos pela própria escritória e mantém o padrão original até hoje.


Logo após o grande alpendre da casa, somos convidados a entrar em uma sala onde é possível ver uma pequena biblioteca, acervo pessoal de D. Rachel. O ambiente é muito acolhedor e parece estar conforme a dona da casa deixou. A vontade é ficar por ali mesmo, ou numa rede na varanda, lendo algumas daquelas obras. Maravilha de lugar!



Estando em Quixadá, você pode se hospedar no Hotel Vale das Pedras. Confira como foi a nossa experiência por lá.

Vamos sendo guiados pela casa grande e ali vamos conhecendo outros cômodos, como o quarto que a escritora ficava ou o que recebia amigos e familiares quando estava na Fazenda. Os móveis antigos de madeira, que foram desenhados pela própria escritora, dão o tom ao ambiente. O teto alto, as grandes janelas pintadas de azul, as paredes branquinhas, todo o conjunto traz uma magia diferenciada ao local, é como se chegássemos na casa de um parente querido.


Para nós, um dos ambientes mais pitorescos da casa de se visitar foi a cozinha, com o seu fogão a lenha e os grandes potes de barro que armazenavam água, o pilão de madeira, o moedor de grãos, está tudo lá, como a escritora sonhou, projetou e deixou.





A visita foi uma preciosidade e um dos momentos mais bacanas em nossa passagem por Quixadá. Se tiver a oportunidade de conhecer um pouco mais da história de Rachel de Queiroz através da Fazenda Não Me Deixes, não deixe passar. Você poderá agendar com Aldenir (abaixo na foto com a família #rodandopeloceara) , no telefone (88) 9 9607-3804.


Confira abaixo um vídeo do nosso passeio pela Fazenda Não Me Deixes, no Distrito de Daniel de Queiróz, em Quixadá.

   

O segundo atrativo do roteiro "Caminho de Pedras" é o Chalé da Pedra, um importante memorial sobre a vida e obra da escritora e localizado no centro de Quixadá, no alto de um monólito e hoje tombado como patrimônio histórico da cidade. Sem dúvida, outro lugar imperdível para se incluir na visita a Quixadá. Para conhecer o local, basta entrar em contato com um guia que fica no Centro Cultural Rachel de Queiroz, ao lado do Chalé e que irá acompanhar o passeio. Essa é uma informação importante, muita gente não sabe, vê o local fechado e perde a oportunidade de conhecer, então anota a dica aí!


Aproveita para conferir algumas das fotos da #ExpediçãoSertões no Instagram do @rodandopeloceara







Foi conhecendo esse espaço que nos aprofundamos um pouco sobre a obra da escritora. O local, embora pequeno, abriga um bom acervo que conta um pouco da história desse ícone quixadaense, com livros, vestimentas, fotografias, utensílios da casa, entre outras peças importantes. A visita é rápida, mas vale muito a pena. E é gratuita!





E aí, o que acharam do nosso roteiro em Quixadá? Ficou com vontade de fazer também? Então deixa seus comentários abaixo e nas redes sociais, marque suas aventuras através da hastag #rodandopeloceara, vai ser um prazer saber quais riquezas do Ceará vocês têm desbravado.

Postar um comentário

Curta nossa fanpage

Se inscreva no nosso canal

Nossos parceiros

Fazemos parte