segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Museu de Arte Vicente Leite | o que você vai encontrar

Quem acompanha o blog e as redes sociais do Rodando pelo Ceará sabe que os atrativos culturais são sempre itens importantes em nossas viagens. Sempre que viajamos e até mesmo em Fortaleza, onde moramos, estamos visitando espaços como museus e descobrindo histórias e vivências incríveis. E não foi diferente em nossa passagem pelo Cariri durante a Expedição Sertões.


Quer conferir os museus que já visitamos pelo blog? Clica aqui e veja alguns posts recentes.
No Crato, a cerca de 500kms de Fortaleza, tivemos uma certa dificuldade nas pesquisas ao montar o roteiro sobre esses espaços culturais, embora saibamos ser uma das cidades mais ricas do Cariri em termos de história e equipamentos, muitos deles estavam desativados e/ou fechados durante a nossa visitação. Conseguimos, contudo, visitar dois museus incríveis e trago hoje o relato da nossa primeira parada, que se deu no Museu de Arte Vicente Leite, localizado no coração do centro do Crato, ao lado da Praça da Sé. Fundado em 1972, é o único museu de arte do interior do Ceará e leva o nome do importante artista plástico Vicente Leite, natural do Crato. 


O prédio que hoje abriga o Museu era do antiga Casa de Câmera e Cadeia da cidade, construído no início do século XVIII e que mantém ainda um pouco de suas características, como as grandes grades de ferro, por exemplo. Sem dúvida, o prédio ainda precisa concluir algumas importantes restaurações, mas se trata também de um espaço significativo dentro do contexto histórico da cidade, tendo sido ainda servido como Câmera dos Vereadores, Delegacia de Polícia e Fórum da comarca.


O patrimônio que ali se encontra é de extremo valor e de uma riqueza incrível, destacando tanto grandes nomes e obras antigas quanto atuais de artistas locais, entre quadros com técnicas diversas de pintura, bustos em gesso, peças em bronze, entre outras importantes peças no seu acervo, algumas já devidamente restauradas. As obras que compõem o maior parte do acervo foram adquiridas por meio do idealizador Bruno Pedrosa e Sinhá D´Amora, pintora natural de Lavras da Mangabeira (CE), que obtiveram total apoio de artistas colecionadores, amigos e autoridades de quem solicitaram trabalho, cooperação e ajuda financeira para a concretização do Museu, que conta ainda com obras de artistas renomados como Sérvulo Esmeraldo, Sansão Pereira, Pedro Américo, Henrique Bernadelli, entre outros. 



Nossa visita foi acompanhada por Ricky Seabra, coordenador do Patrimônio Histórico e Cultural do Crato e diretor dos Museus de Arte Vicente Leite e Museu Histórico do Crato. Uma curiosidade que pode ser esclarecida logo na chegada ao Museu é sobre o situação do seu acervo, onde em um pequeno quadro encontra-se uma listagem de todas as obras existentes ou obras que já existiram no acervo do Museu de Arte Vicente Leite e nota-se que, em sua maioria as obras (destacadas na cor verde) encontram-se no acervo e está em condições de ser exposta. Abaixo, destacado na cor laranja, mostram-se as obras que existe no acervo mas apresenta algum problema ou dano e, por fim, na cor vermelha, encontram-se cerca de dezesseis obras que não existem mais, seja por degradação das peças, ao longo de quase 50 anos de história, seja por dano ou até mesmo furto.


Em uma segunda sala, podemos conferir objetos antigos e que contam também um pouco da história local. Ali encontramos máquinas de escrever antigas, telefone, máquinas de costura, móveis e até mesmo uma cadeira utilizada em consultório odontológico.




Uma última sala de visitação nos leva a conhecer um pouco dos nossos antepassados e a história dos índios naquela região, inclusive com uma urna funerária descoberta em uma escavação local.



O Museu, de fato, é uma excelente opção de visitação para quem está no Crato. Foi uma visita muito rica e que nos permitiu conhecer um pouco melhor sobre a cidade e a região. Não deixe de conferir em sua passagem pela região.

FICHA TÉCNICA
O que? Museu de Arte Vicente Leite
Onde: Rua Senador Pompéu, 502, Centro. Crato - CE
Postar um comentário