Casa José de Alencar: 5 equipamentos culturais para conhecer

sábado, 4 de abril de 2020

A Casa José de Alencar, localizada em Fortaleza, além de ser um espaço incrível para você visitar, fazer aquele picnic em família ou amigos, faz parte da Rota Caminhos de Iracema (clique aqui para saber mais) e também possui mais 5 equipamentos culturais abertos a visitação pública. É sobre esse espaço cultural que vamos falar um pouco sobre eles hoje.


Trata-se de um centro cultural que guarda muitas histórias sobre um dos mais célebres escritores do Ceará. Funciona em um sítio localizado na Av. Washington Soares, 6.055, em Fortaleza, e que oferece a visitação a cinco equipamentos importantes para conhecer um pouco mais sobre Alencar e outros temas.

A construção da Casa José de Alencar é do século XIX e foi onde José de Alencar nasceu e passou parte da sua infância. Em 1965, foi adquirida pela Universidade Federal do Ceará (UFC), que resolveu transformar o local em um espaço cultural.

O conjunto arquitetônico abriga ruínas arqueológicas e suas edificações históricas. O visitante terá a oportunidade de conhecer a casa onde José de Alencar viveu parte da sua vida, além outros equipamentos que também ajudam a contar a história do autor, entre eles a Pinacoteca Floriano Teixeira, que expõe 32 quadros que retratam personagens da obra romanesca de José de Alencar. Através das pinturas é possível fazer um verdadeiro mergulho na obra literária de Alencar.

O espaço conta também com o Salão Iracema, que abriga uma coleção do renomado artista cearense Descartes Gadelha e que retrata também a obra de Iracema. São 33 desenhos a bico de pena em naquim e uma tela a óleo. Também podemos destacar o Museu Arthur Ramos, que possui duas exposições permanentes, sendo uma sobre a Cultura e Religião Afro-Brasileira (uma das principais coleções etnográficas do Brasil) e outra sobre Renda de Bilros (com mais de 3 mil exemplares de renda coletados em todo o Ceará).

Por fim, poderá conhecer as duas bibliotecas: a Biblioteca Comunitária O Guarani e a Biblioteca Braga Montenegro, que conta com uma vasto material digitalizado relativo à obra de José de Alencar, assim como seus manuscritos.

As visitas, que são gratuitas, acontecem de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Aos sábados, acontece das 08h às 12h.

Nenhum comentário: